Últimas Noticias

APET lamenta profundamente partida precosse de José Maria Cortes.

Caros Amigos,

A APET tem a obrigação de publicamente manifestar o seu apoio e a sua solidariedade à família, ao GFAM e aos amigos do Zé Maria Cortes, por esta enorme tragédia que aconteceu.

Ser eu o presidente da APET a escrever estas palavras e a relação que me unia ao Zé Maria, é uma coincidência. Amigo de toda a vida da sua família, forcado do grupo de Montemor, ser meu “sobrinho”, é uma coincidência, mas é uma verdade e por isso mesmo, em nome da APET (toda a direção e associados assim também entenderam que deveria ser) com todo o sentimento que a situação me trás pessoalmente venho aqui expressar o que para os empresários nacionais, este momento representa.

Os forcados sempre foram uma das mais importantes referências para a nossa festa de toiros, o GFAM em concreto sempre foi e é uma referência indiscutível, o seu actual cabo não fugia à regra, antes pelo contrário era revestido de um caracter e personalidade que só os grandes homens têm!

Corajoso, amigo, sério, verdadeiro, frontal, são referências do Zé Maria, são referências que fazem falta à festa de toiros e acima de tudo, por isso, sentimos que de alguma forma a festa perdeu e muito, com esta partida antes de tempo deste valente forcado e cabo e uma das maiores instituições da forcadagem nacional.

Os forcados dizem muito: “Só faz falta quem está!”, hoje talvez pela debilidade do sentimento mas de certeza pela qualidade do HOMEM, digo que o Zé Maria faz muita falta! A vida continua, claro que sim, mas agora a andar um bocado mais devagar, até que a força da fé nos ajude a continuar o que não pode parar.

Em nome da APET e também em meu nome pessoal, queremos dizer que o Zé Maria será sempre lembrado como um herói que foi e um amigo que continuará sempre presente!

Atentamente,
Paulo Pessoa de Carvalho
Presidente da APET
Mensagem mais recente Mensagem antiga Página inicial