PABLO HERMOSO DE MENDOZA REGRESSA AO CAMPO PEQUENO A 4 DE SETEMBRO.

Nunca como com Pablo Hermoso de Mendoza o público português concretizou uma relação empática tão forte com um rojoneador espanhol. E os grandes nomes do rojoneio passaram todos pelo Campo Pequeno, desde 1925, ano em que se estreou o polémico António Cañero. O público de Lisboa espera sempre Pablo com grande expectativa, baseada num enorme respeito mútuo. Respeito de Pablo pelo público e pela "Catedral Mundial do Toureio Equestre"; respeito do público pela entrega e arte deste navarro que recentemente completou 25 anos de alternativa, que são, na sua quase totalidade, um quarto de século como primeira figura mundial. 

Na sua segunda e última actuação desta temporada, em Lisboa, competirá com o mais clássico dos cavaleiros portugueses da actualidade, António Ribeiro Telles e com João Moura Jr que esta temporada conta por triunfos as suas actuações em Portugal e Espanha. Pegam os grupos de forcados amadores de Vila Franca, capitaneado por Ricardo Castelo e da Chamusca, capitaneado por Nuno Marques. Lidam-se seis preciosos toiros da ganadaria Manuel Veiga.
TAG