Chamusca uma noite de emoções.

Noite de emoção

No passado dia 6 despediu-se das arenas e da chefia do grupo dos Amadores da Chamusca um enorme forcado, uma figura da festa: Nuno Marques.

Para a comemoração dos 40 anos do grupo dos Amadores da Chamusca, a ganadaria Mário Vinhas e Herdeiros Manuel Vinhas enviou um curro de boa apresentação e que serviram para a ‘função’.

A Vítor Ribeiro coube em sorte dois exemplares distintos. O primeiro, de 515kg foi mais colaborante e o cavaleiro tirou partido disso, realizando uma lide que ‘aqueceu’ as bancadas. Primou pela correcção e regularidade. O segundo, de 505kg, ‘serviu’ menos bem. Levou a cabo uma ‘faena’ limpa que culminou com um curto de boa nota.

Filipe Gonçalves começou por lidar um toiro de 510kg. Andou ao seu estilo. Ligado ao público e recorrendo às batidas ao piton contrário. Foi uma lide muito aplaudida que acabou com um palmito. O segundo, de 500kg, ‘deixou-se’ bem e o cavaleiro andou regular. Terminou com um muito ovacionado par de bandarilhas.

Manuel Ribeiro Telles Bastos andou com o classicismo que lhe é característico. No primeiro, de 530kg, esteve bem na colocação da ferragem curta, destacando-se o quarto curto deixado como mandam os ‘cânones’ do toureio. No último da noite, de 490kg, deixou bonitos detalhes dentro do seu ‘estilo de toureio’.

A noite foi de emoções, principalmente aquando da despedida do forcado Nuno Marques. Consumou a segunda pega da noite à segunda tentativa. De seguida, despiu a jaqueta e passou o ‘testemunho’ a Nuno Marecos. Nuno Marques ficará sempre na história da forcadagem, na história da festa dos toiros. Obrigado Nuno!!

As restantes pegas ficaram a cargo dos caras Mário Freire que consumou à primeira tentativa, Nuno Marecos, já enquanto cabo do grupo, igualmente à primeira, João Vasconcelos consumou também ao primeiro intento, Paulo Moreira também se fechou à primeira tentativa. Fechou a noite, consumando à segunda Mauro Brunido.

Sem comentários