Últimas Noticias

Noite de toiros no Cartaxo.

No passado dia 19 no Cartaxo, foi noite de toiros. Seis cavaleiros, um curro Pinto Barreiros e dois grupos de forcados.
Com uma noite quente e onde se registou uma grande entrada de público, abriu a noite o veterano Joaquim Bastinhas teve pela frente um Pinto Barreiros que permitiu ao cavaleiro que este cumprisse a sua ‘função’. Terminou, como é seu hábito, com um par de bandarilhas aplaudido.
Seguiu-se Gilberto Filipe teve por diante um que acusou 490kg. O cavaleiro mostra garra e vontade. Uma brega ligada e de qualidade e dois curtos de destaque.
Manuel Telles Bastos deixou três compridos ao Pinto Barreiros de 510kg. Andou no seu estilo que tanto o caracteriza, primando pela correcção. De grande inspiração, emoção e ortodoxia foi o último curto.
Marcos Bastinhas lidou o quinto, de 480kg. Entre recortes e adornos, pisou terrenos que pareciam impossíveis e fez a aficion vibrar. Mas nem tudo correu de feição, Marcos deixou-se tocar, desequilibrou-se e caiu da montada. Colhida sem consequências de maior.
David Gomes lidou em sexto lugar porque o toiro que lhe coube em sorte vinha desembolado. Ainda assim, a sua passagem pelo cartaxo foi discreta mas correcta. Terminou com um violino e um palmito.
Parreirita Cigano estava a jogar em casa, o Cartaxo esteve consigo. Mostrou desenvoltura, vontade e raça e só isso já merece aplausos. No que toca ao toureio propriamente dito, cumpriu na ferragem da ordem e deixou um ‘ferrão’, cravando em curto e com uma batida pronunciada ao piton contrário.
As pegas estiveram a cargo do Grupo de Forcados Amadores do Ribatejo e do Aposento da Chamusca. Pelos do Ribatejo foram caras: Pedro Espinheira que consumou à primeira tentativa, João Guerreiro igualmente à primeira e Pedro Coelho à segunda, sendo que esta foi a pega premiada como melhor da noite. Pelos do Aposento da Chamusca foram caras Francisco Andrade, José Maria Moreira e Francisco Montoya, todas efectivadas ao primeiro intento.
Os toiros foram recolhidos a cavalo pelos campinos ‘Janica’ e ‘Café’, ‘proeza’ que já não acontecia há 25 anos naquela praça.
De notar que peso não é sinónimo de bravura. Até ao Cartaxo foi um bom curro de toiros Pinto Barreiros que valeram ao ganadero, e bem, uma volta à arena.
Dirigiu a corrida o Sr. Lourenço Luzio.

Lisa Valadares Silva
Mensagem mais recente Mensagem antiga Página inicial