Campo Pequeno: Uma noite para Recordar. - Carregar a Sorte

Post Top Ad

terça-feira, 18 de julho de 2017

Campo Pequeno: Uma noite para Recordar.

Foi na passada 5a feira, 13 julho , viveu se uma grande noite de toureio no campo pequeno vieram a Lisboa duas grandes figuras da actualidade. Pablo hermoso de Mendoza,  um dos melhores rejoneadores de sempre e José Mari Manzanares um dos melhores intervenientes do toureio de arte e empaque da actualidade. Numa corrida sem confronto direto entre os alternantes, vieram " a su aire " ,com os toiros escolhidos do campo , para desfrutarem e fazer desfrutar os 3/4 de público que preencheram as bancadas do Campo Pequeno
Pablo trouxe a Lisboa ,3 toiros de A. Charrua e Manzanares um de nunez de tarifa,outro de Garcia Jiménez e por fim um de Juan Pedro Domecq.
Pablo lidou um 1o toiro grande mas sem trapio, cara "avacada" e que cumpriu a sua função. Podia e devia ter sacado melhor partido deste toiro. Na lide do 3 da noite, veio com mais vontade,mas este toiro ainda transmitiu menos que o seu irmão.
Pablo convidou Jacobo botero que vinha de sobressaliente  para pôr 2 ferros.
O 5 toiro e último de Pablo,foi a sua melhor faena mas longe do que já lhe vimos. Os toiros pouco transmitem,não complicam mas não acrescentam nada as faenas do Navarro. Pablo  andou ligado com eles, fez piruetas e outros adornos com o toiro por traz das sedas dos cavalos mas o momento do ferro não empolgou. Pegaram os 3 charruas o grupo de Montemor, que não esteve nas suas melhores noites.
Complicaram no 1 e 3 toiro e fizeram uma boa pega a 1a tentativa no 5.
Na lide a pé , esteve Manzanares!lidou um primeiro toiro ,pequeno,de nunez de tarifa , sem trapio para o CP ,protestado de saida e que teve pouca força e pouca classe . Andou sempre com a cara solta e o toureiro de Alicante mostrou ganas mas pouco mais podia fazer com ele. O seu 2o foi um toiro de Garcia Jiménez, e surgiu o toureio. José Mari de capote já bordou o toureio mas foi na muleta que alcançou o melhor da noite. De início ensinou o toiro a investir, alongou as investidas e depois começou o recital. Toureio lento ,enroscado na cintura e elegante com a marca da casa. Pases de peito intermináveis rematados ao ombro contrário. CP ao rubro e 2 voltas para o Toureiro. O 6o da noite ,era de Juan Pedro Domecq , Manzanares recebe o de uma larga afarolada de joelhos junto a tábuas e mostra que não veio em passeio a Lisboa. depois de o parar de capote , convida o  sobressaliente a fazer um quite. Cuqui ,arrimou se num quite por gaoneras a mostrar que tem vontade de ser matador. José Mari depois de cumprido o Tércio de Bandarilhas ,inicia a faena de muleta  e depois de 3 series, cede a lide do toiro a cuqui ,num gesto de grande figura que é. Depois de " cuajar " o toiro anterior, deu a oportunidade a cuqui de mostrar o que leva dentro! O toiro não era fácil ,mas cuqui esteve muito bem. Nem toda a gente entendeu e aceitou a decisão de José Mari ,ouviu se protestos mas o novilheiro não se intimidou e   deu 4 séries que mostraram que está preparado para outros voos assim surjam as oportunidades. No final ,José Mari depois de terminar a lide ,foi sacado em ombros pela porta grande , finalizando uma noite para mais tarde recordar.