Grupo de forcados Amadores de Montemor repete no campo Pequeno a 20 de Setembro

Depois do êxito alcançado a 5 de Abril, o Grupo de Forcados Amadores de Montemor repete no Campo Pequeno, a 20 de Setembro, em nova competição com os Amadores de Santarém, com o qual mantém uma rivalidade histórica, temperada por fortes laços de amizade entre os seus membros.
Considera-se que a primeira apresentação do Grupo de Forcados Amadores de Montemor teve lugar no dia 4 de Setembro de 1939 na praça de toiros da vila de Montemor-o-Novo, sob o comando do seu cabo fundador, Simão Malta.

De então para cá, já envergaram a sua jaqueta rubra mais de 320 elementos, tendo o Grupo participado em espectáculos em todos os continentes, honrando a sua cidade, o Alentejo imenso onde estão inseridos e por diversas vezes o seu próprio país.
António Vacas de Carvalho veste de forma emotiva e transmitida por João Cortes a jaqueta de Cabo no dia 1 de Setembro de 2013. É hoje o 10º Cabo da história do Grupo de Montemor e o responsável por manter bem vivo este ambiente singular e inesquecível.

Tendo como Madrinha a Nossa Sra. da Visitação, padroeira da cidade, os dez cabos do grupo tiveram sempre sob sua chefia, jovens valorosos que, com a sua arte, valentia, espírito de entreajuda, sacrifícios sem limite e uma sã amizade, contribuíram para dar continuidade ao Grupo e colocá-lo na primeira fila dos Forcados Portugueses.

Arriscando a vida, sofrendo algumas colhidas bastante graves, que deixaram marcas, mas que tornam o espírito único e que fazem com que exista um nunca mais acabar de parentescos a envergarem a jaqueta do Grupo. Mesmos sem os laços de sangue, a amizade profunda que liga aqueles que algum dia, fizeram parte desta comunidade de bravos, estará presente para sempre.

Com a formação do grupo ou integrando selecções de forcados, os elementos do Grupo de Forcados Amadores de Montemor dignificaram, por mais de uma vez, a arte de pegar toiros no seu país e além-fronteiras. Que o diga aqueles que os viram actuar nas arenas de Portugal, Espanha, França, Macau, México, Estados Unidos da América, Canadá, Indonésia e Grécia.
Juntamente com o Grupo de Forcados Amadores de Santarém, capitaneado por João Grave, o grupo de Montemor virá pegar toiros da ganadaria de Mário e Herdeiros de Manuel Vinhas, que serão lidados pelos cavaleiros João Moura Caetano e Duarte Pinto.

Esta corrida ficará também marcada pela despedida da afición portuguesa do matador de toiros espanhol Juan José Padilla, que lidará dois toiros de Herdeiros de Varela Crujo.

Sem comentários