Marcelo Mendes repete no Campo Pequeno, na Corrida de Gala

 cavaleiro Marcelo Mendes actuará dia 11 de Outubro, no Campo Pequeno, na Corrida de Gala à Antiga Portuguesa, em consequência do triunfo aqui obtido na corrida de oportunidade a cavaleiros, realizada a 21 de Junho.

Marcelo Mendes é um jovem em busca de um triunfo que lhe permita "voar" para o lugar de destaque a que aspira. A 21 de Junho destacou-se claramente entre os seus alternantes e conquistou, por direito próprio, um lugar na corrida mais carismática da temporada, com a qual se encerra o Abono de 2018. A crítica destacou a sua entrega e a grande conexão com as bancadas. Soube entender o touro, escolheu bem os terrenos, optou por dar vantagem ao oponente na cravagem dos ferros e rematou bem as sortes. Galvanizou as bancadas da arena lisboeta e, em suma, aproveitou a oportunidade.

Tendo tomado a Alternativa a 8 de Maio de 2011, em Vila Franca de Xira, concedida por Luís Rouxinol, sob o testemunho de Vítor Ribeiro, com toiros de Canas Vigouroux, pegados pelos grupos de forcados amadores de Santarém e de Vila Franca, confirmou a alternativa no Campo Pequeno a 20 de Junho de 2013, das mãos de Sónia Matias.

Na sua segunda apresentação no Campo Pequeno, na temporada de 2018, Marcelo Mendes terá por alternantes os cavaleiros António Ribeiro Telles, Rui Salvador, Rui Fernandes, Francisco Palha e Miguel Moura, numa corrida em que serão lidados seis imponentes toiros da ganadaria Passanha. Pegam os grupos de forcados amadores de Lisboa e do Aposento do Barrete Verde de Alcochete, capitaneados respectivamente por Pedro Maria Gomes e Marcelo Lóia.

A Corrida de Gala à Antiga Portuguesa constitui sempre para além do natural espectáculo tauromáquico, um repositório da história das corridas de toiros, pois é antecedida de um cortejo evocativo das Touradas Reais do século XVIII, com cerca de sessenta figurantes vestidos à época.


Sem comentários