Últimas Noticias

Nuno Carvalho já adquiriu algum movimento nos membros superiores.

Nuno Carvalho ‘Mata’, forcado que ficou tetraplégico em agosto do ano passado após ter sido colhido por um touro no Campo Pequeno, em Lisboa, abandonou o Centro de Reabilitação de Alcoitão (Cascais) na semana passada.

No final do segundo período de internamento, o antigo elemento do grupo de forcados do Aposento da Moita registou melhorias consideráveis. Na primeira fase de internamento não tinha mobilidade nos braços. Inicialmente, até tinha sido equacionada a possibilidade de, caso conseguisse adquirir uma cadeira de rodas elétrica, acioná-la com a boca. Agora, Nuno ‘Mata’ já adquiriu algum movimento nos membros superiores, que lhe permite conduzir uma cadeira elétrica com o braço. Há poucos dias, pela primeira vez ao fim de quase um ano, Nuno conseguiu comer sem a ajuda de terceiros.

São "pequenos grandes passos em termos de autonomia e de autoestima" que se repercutem no estado de espírito do Nuno, realça uma das médicas que o acompanhou.

Nuno garante estar pronto para " pegar a vida" e encara a passagem por Alcoitão, de onde sublinha que "sai mais forte", como uma "espécie de recruta", essencial para preparar as vítimas de lesões medulares para a guerra do dia a dia." Esta passagem por aqui [Alcoitão] é uma escola. Vou tentar enfrentar a vida de caras. Estou pronto para o que aí vier", assegura Nuno Carvalho ‘Mata’.


O incidente que deixou Nuno Carvalho numa cadeira de rodas aconteceu em 30 de agosto de 2012, na praça de toiros do Campo Pequeno, em Lisboa.
Noticia:Correio da Manha.
Mensagem mais recente Mensagem antiga Página inicial