Concurso de Ganadarias da Feira da Moita em Imagens

Moita 12/09/2019

Cavaleiros:António Telles, Luis Rouxinol, João Moura jr, Andrés Romero, Luis Rouxinol Jr e António Prates

Touros:Prudêncio, Condessa de Sobral, Jorge de Carvalho, Passanha, Ascensão Vaz e Mata-o-Demo

Forcados Amadores do Aposento da Moita

TOIROS PARA A CORRIDA JÁ CONCURSO JÁ FORAM APROVADOS.

Já se encontram nos curros da Praça Daniel do Nascimento na Moita do Ribatejo os toiros que serão lidados esta noite na corrida concurso de ganadarias.

Trata-se de um curro com idade, peso e trapío com diversidade de pelagens que irão disputar os prémios apresentação e bravura.

Relambramos que o cartel é composto pelos cavaleiros António Telles, Luis Rouxinol, João Moura jr, Andrés Romero, Luis Rouxinol jr e António Prates, estadno as pegas a cargo dos forcados amadores do Aposento da Moita.

De seguida deixamos a informação os toiros a lidar:

Prudêncio – nº 163 – 02.15 (Nascimento) – 525 kgs
Condessa de Sobral – nº 86 – 10.14 (nascimento) – 520 kgs
Eng.º Jorge Carvalho – nº 84 – 06.15 (nascimento) – 515 kgs
Passanha – nº 20 – nº 03.15 (nascimento) – 550 kgs
Ascensão Vaz – nº 150 – 02.15 (nascimento) – 576 kgs
Mata-o-Demo – nº 110 – 01.15 (nascimento) – 500 kgs

Sobreros:

Passanha – nº 2 – 08.14 (nascimento) – 490 kgs
David Ribeiro Telles – nº 18 – 01.15 (nascimento) – 550 kg

IMPONENTE CORRIDA CONCURSO DE GANADARIAS AMANHÃ NA MOITA.

Após o sucesso artístico da corrida celebrada ontem, a Daniel do Nascimento recebe amanhã a sua tradicional corrida de 5ª feira com um imponente concurso de ganadarias.

A imponência e seriedade do toiro-toiro estarão numa das corridas mais aguardadas do calendário taurino nacional, sendo que seis ganadarias emblemáticas da nossa cabana brava disputam entre si os prémios em disputa – apresentação e bravura -. A idade, peso e trapío dos exemplares de Prudêncio, Condessa de Sobral, Eng.º Jorge Carvalho, Passanha, Ascensão Vaz e Mata-o-Demo, darão uma vez mais seriedade a uma das datas mais aguardadas pela afición portuguesa.

Noite de compromisso para os forcados amadores do Aposento da Moita, capitaneados por Leonardo Mathias, que se encerram como manda a tradição em solitário.

Nas lides a cavalo, será igualmente noite de disputa pelo “titulo” de triunfador, com a presença de seis cavaleiros de conceitos distintos e que colocaram os seus nomes como máximos triunfadores aqui e além fronteiras, da presente temporada - António Telles, Luis Rouxinol, João Moura jr, Andrés Romero, Luis Rouxinol jr e António Prates.

Aguarda-se pois com expetativa mais este grande acontecimento na Moita do Ribatejo – 12 Setembro às 22:00 horas - Não perca a oportunidade de presenciar um dos grandes acontecimentos taurinos da temporada.

Corrida Mista da feira da Moita em imagens.

Moita 10/09/2019
Lotação: Meia casa Forte
Cavaleiro:João Telles Jr
Matadores: António Ferrera e Ginés Marin
GanadariaDavid Ribeiro Telles

AMANHÃ COMEÇA A FEIRA DE ARROMBA COM UM CARTEL DE TRIUNFADORES.

Tem inicio amanhã – pelas 22:00 horas - a Feira Taurina integrada nas Festas em honra de Nossa Senhora da Boa Viagem em Moita do Ribatejo que contará no seu arranque com uma corrida de triunfadores!

A tradicional corrida mista do município conta com a presença do cavaleiro João Telles, os matadores Antonio Ferrera e Ginés Marín, assim como os forcados amadores da Moita compõem o elenco artístico de uma noite que se espera de triunfo da festa brava. Lidam-se toiros da ganadaria de David Ribeiro Telles.

Não perca a oportunidade de presenciar um dos grandes acontecimentos taurinos da temporada.

SERIEDADE DO TOIRO-TOIRO NA CORRIDA CONCURSO DA FEIRA DA MOITA.

A tradicional corrida de 5ª feira na Daniel do Nascimento volta na presente temporada ao conceito de concurso de ganadarias.

Seis divisas emblemáticas da nossa cabana brava disputam entre si os prémios em disputa – apresentação e bravura -. A idade, peso e trapío dos exemplares de Prudêncio, Condessa de Sobral, Eng.º Jorge Carvalho, Passanha, Ascensão Vaz e Mata-o-Demo, darão uma vez mais seriedade a uma das datas mais aguardadas pela afición portuguesa.

Em noite de compromisso para os forcados amadores do Aposento da Moita, capitaneados por Leonardo Mathias, que se encerram em solitário anuncia-se igualmente competição na arte de tourear a cavalo, com seis dos mais destacados artistas da temporada 2019 - António Telles, Luis Rouxinol, João Moura jr, Andrés Romero, Luis Rouxinol jr e António Prates.

Moita do Ribatejo – 12 Setembro às 22:00 horas - Não perca a oportunidade de presenciar um dos grandes acontecimentos taurinos da temporada.

DESTAQUE CAMPO PEQUENO TV: 80 Anos do Grupo de Montemor.

O Campo Pequeno TV acompanhou de perto o dia que culminou com a corrida comemorativa dos 80 anos do Grupo de Forcados Amadores de Montemor. Veja um excerto desse programa que será lançado em breve no Campo Pequeno TV:


Toiros Passanha para a corrida desta noite.

JOÃO TELLES, ANTONIO FERRERA E GINÉS MARIN – NA MOITA APÓS TEMPORADA DE ÊXITOS.

A Feira Taurina em Honra de Nossa Senhora da Boa Viagem em Moita do Ribatejo conta este ano com a presença de duas das figuras de maior destaque da temporada espanhola - Antonio Ferrera e Ginés Marín - para atuar na tradicional corrida mista do município , que se realiza no dia 10 de setembro pelas 22:00 horas.

Falar de Ferrera e Marín é falar de uma temporada de êxito absoluto de ambos. Por um lado, Ferrera regressa à Moita onde foi até ao momento o único toureiro a sair pela porta grande da Daniel do Nascimento, após alcançar triunfos assombrosos em Madrid – onde saiu pela porta grande na Feira de San Isidro, e onde repete no próximo mês de Outubro toureando em solitário – e em Badajoz onde alcançou o feito de indultar dois toiros na Feira de San Juan. Para além destes registos, muitos outros triunfos marcaram a temporada do matador da Extremadura, entre os quais o último – em Soria, onde compartiu cartel com El Juli e Pablo Aguado, e foi proclamado triunfador do certame!

Ginés Marín é um dos toureiros da nova vaga que cimenta o estatuto de figura do toureio! De corte distinto ao seu alternante na Daniel do Nacimento, Ginés Marín marca presença assídua nas grandes feiras e praças além fronteiras, onde rivaliza com consagrados e emergentes. O mês de Agosto foi sinónimo de triunfos para Marín onde marcou presença em praças de relevo com as de Bilbao e Dax.

A parte equestre estará representada por João Telles que tal como os seus alternantes tem cimentado o seu estatuto de máximo triunfador da temporada 2019. Rejuvenescido e com uma quadra diversificada, João Telles chega à Moita embalado pelos importantes triunfos alcançados. Madrid pela Feira de San Isidro deu o mote para o que viria a ser 2019 para João Telles, passando posteriormente por Coruche, onde se encerrou com garbo com seis toiros de ganadarias diversas, Beja – duplamente premiado com os prémios em disputa -, Angra do Heroísmo, Alcochete, e muito recentemente em Montemor! É um toureiro com selo próprio e com um carisma único.

Em noite de triunfadores, completa o cartel o grupo de forcados amadores da Moita, capitaneado por Pedro Raposo, numa noite em que serão lidados exemplares de David Ribeiro Telles.

É pois uma corrida de triunfadores a que dia 10 de Setembro se realizará na Daniel do Nascimento!

A aquisição dos bilhetes continua a bom ritmo, podendo os mesmos ser adquiridos desde já no Clube Taurino da Moita e www.ticketline.pt ou através do número 913 325 158, e nas bilheteiras da Praça de Toiros Daniel do Nascimento.

Não perca a oportunidade de presenciar um dos grandes acontecimentos taurinos da temporada.

Pablo e Guillermo: o triunfo em Peralta antes da apresentação no Campo Pequeno.

Na antevéspera da sua apresentação em Lisboa, Guillermo Hermoso de Mendoza e seu pai, Pablo Hermoso de Mendoza, tourearam na localidade espanhola de Peralta, em mano-a-mano, toiros da ganadaria portuguesa de Rosa Rodrigues. O resultado foi a saída de ambos em ombros.

“Para mim é um sonho que o Guillermo confirme a alternativa no Campo Pequeno, mas representa igualmente uma enorme responsabilidade, tendo em consideração a importância do cenário em que vai ter lugar, do país e dos aficionados ao toureio a cavalo que irão estar presentes”

Assim se refere Pablo Hermoso à importância da corrida de amanhã. E manifesta também a sua satisfação pela participação de António Telles nesta corrida pois “o António representa um capítulo muito importante da história do toureio a cavalo em Portugal e, mais a mais, é um grande amigo”.

Sobre a relação profissional com o filho, Pablo estabelece duas atitudes distintas, conforme se posiciona na trincheira ou na arena: “quando o vejo desde o ‘callejón’ só penso em ajudá-lo, corrigi-lo ou dar-lhe ânimo, conforme as circunstâncias, porque daí a perspectiva é outra. Contudo, quando estou na arena, só penso em dar o meu melhor, competir e dificultar-lhe as coisas para que ele também se sinta estimulado a dar o máximo”.
Pablo considera que os trunfos de Guillermo residem na “sua forma de raciocinar, que lhe permite adaptar-se com facilidade aos diversos cavalos de que dispõe e, sobretudo, aos conhecimentos que tem do toiro. Sempre foi um grande aficionado ao toiro e, por isso, entende as suas características com enorme facilidade”.
Fazendo um balanço da temporada de ambos, afirma que “tem sido muito positiva”, com melhorias evidentes na gestão dos cavalos (hoje temos as ‘cuadras’ definidas para cada um de nós) e tudo isso se repercute positivamente nas nossas actuações”.

Amanhã, António Ribeiro Telles, Pablo e Guillermo Hermoso de Mendoza lidarão uma imponente corrida da prestigiada ganadaria Passanha, estado as pegas a cargo dos grupos de forcados Amadores de Alcochete e Amadores do Aposento da Moita, respectivamente capitaneados por Nuno Santana e Leonardo Mathias.

Setembro fabuloso no Campo Pequeno.

A empresa do Campo Pequeno propõe aos aficionados dois dos mais importantes e atractivos cartéis da temporada tauromáquica portuguesa, nos dias 5 (quinta-feira) e 27 (sexta-feira).

Na próxima quinta-feira a arena do Campo Pequeno será cenário para uma corrida de enorme significado, pois nela virá confirmar a Alternativa à “Catedral Mundial do Toureio a Cavalo”, Guillermo Hermoso de Mendozarejoneador espanhol, filho de Pablo Hermoso de Mendoza. Pablo é, sem dúvida um caso ímpar de “comunhão” com o público de Lisboa. E assim será, por certo, também com Guillermo. Completa o cartaz, nada mais que António Ribeiro Telles, o mais clássico dos cavaleiros tauromáquicos em actividade, em temporada triunfal, fruto de uma maturidade artística apenas ao alcance dos eleitos.
Será uma noite de competição entre cavaleiros, mas também um interessante confronto de estilos, sob o “denominador comum” da arte de tourear a cavalo. Competição que estará igualmente presente através das intervenções dos grupos de Forcados Amadores de Alcochete e Amadores do Aposento da Moita do Ribatejo, capitaneados respectivamente por Nuno Santana e Leonardo Mathias. Serão lidados e pegados seis magníficos toiros de uma das mais importantes ganadarias portuguesas: a ganadaria Passanha.

A 27 de Setembro, sexta-feira, celebra-se outro grande acontecimento no Campo Pequeno: os 75 anos de actividade do Grupo de Forcados Amadores de Lisboa, fundado pelo inesquecível Nuno Salvação Barreto, figura que catapultou o grupo para as mais importantes praças de toiros de Portugal, Espanha e França. Pode, sem sombra de dúvida dizer-se que, ao longo da sua existência, o Grupo de Lisboa espalhou pelo mundo a coragem, a magia e a valentia da Arte de Pegar Toiros. Pegarão seis magníficos toiros da ganadaria Pinto Barreiros, a ganadaria triunfadora da temporada de 2018, no Campo Pequeno.
Vai viver-se na arena um grande ambiente de competição entre três jovens cavaleiros que, na presente temporada, têm propiciado em enorme e saudável ambiente de rivalidade: João Moura JúniorJoão Ribeiro Telles e Francisco Palha. Em final de temporada e levando em conta o desempenho de cada um deles, esta corrida chega no momento ideal e no espaço apropriado: no momento, por corresponder a um pico de alta dos respectivos desempenhos artísticos; no local, por ser na primeira praça do país.

Estas são as apostas da empresa do Campo Pequeno para que Setembro fique na memória dos aficionados com um mês de corridas fabulosas.

António Ribeiro Telles sobre a corrida de quinta-feira: “De grande significado pessoal e profissional”.

O cavaleio António Ribeiro Telles considera de grande significado pessoal e profissional a sua participação na corrida de quinta-feira, no Campo Pequeno, na qual confirmará a alternativa a Guillermo Hermoso de Mendoza, filho de Pablo Hermoso de Mendoza, com o qual se fecha a terna de cavaleiros.
“Tem grande significado por duas razões principais. Se por um lado venho apadrinhar a confirmação de Alternativa do Guillermo, filho dessa figura maior que é Pablo Hermoso, por outro lado cabe-me a responsabilidade de representar o toureio a cavalo e os cavaleiros portugueses nesta corrida. Ora, são duas razões de peso para eu poder dizer que é para mim uma honra tourear esta corrida”, afirma António Ribeiro Telles.
O cavaleiro teve também palavras de grande apreço para a ganadaria Passanha, de onde provêm os toiros que serão lidados no Campo Pequeno. “É uma ganadaria muito conceituada, tanto em Portugal como em Espanha. Tem à sua frente um grande aficionado e um ganadero conhecedor e grande aficionado, o Diogo Passanha”, refere, acrescentando que se trata de “toiros exigentes para com os artistas. Estou certo que os toiros que vierem para Lisboa vão proporcionar boas lides e boas pegas.
Em praça estarão os grupos de forcados Amadores de Alcochete capitaneados por Nuno Santana e Amadores do Aposento da Moita, capitaneados por Leonardo Mathias.
Antecipando um balanço sobre a sua temporada, António Ribeiro Telles, diz esperar tourear cerca de 35 corridas (aproximadamente mais dez que no ano passado) e salienta o bom nível das actuações registadas até agora considerando que tem estado “à altura dos desafios”, mas adverte que nas seis ou sete corridas que ainda lhe faltam tem de continuar com o alto nível exibicional, pois “as últimas actuações são sempre aquelas que mais perduram na memória dos aficionados e, como tal, há que estar bem até à última corrida”.