Balanço da temporada de 2014 de Ana Batista.

A cavaleira Ana Batista encarou a temporada de 2014 como um novo desafio na sua vida profissional. Apoderada pela empresa Tauroleve, totalizou 26 festejos, entre os meses de Abril e Outubro.

O Inverno foi passado a preparar novas montadas e em 2014 estreou três cavalos: O “Requinte” (ferro Sociedade das Silveiras) a 13 de Abril na praça de toiros de Monforte; o “Artista” (ferro Pedro Lapa) a 1 de Junho em Cuba; e o “Biscoito” (ferro Manuel António Lopo de Carvalho) a 18 de Outubro na praça de toiros de São Manços.

Da quadra, merecem uma palavra o “Conquistador” (ferro João Maia) que de saída revelou-se um cavalo poderosíssimo; o “Roncal” (ferro Lobo Monteiro) com atuações notáveis em Vila Franca de Xira e Coruche; e o “Altivo” (ferro Manuel António Lopo de Carvalho), com duas exibições excecioneis na Nazaré.

O currículo de Ana Batista também ficou mais rico com o debute no emblemático Coliseu de Arles (França), a 14 de Setembro, no Encontro de Tauromaquias.

Fora das arenas, Ana Batista continua a ser reconhecida pela sua história de vida. Em 2014 aceitou vários estagiários portugueses, mas também oriundos de Espanha, França e México; e na sua Quinta em Salvaterra de Magos recebeu com frequência a visita de Escolas e Instituições. Em Março, por ocasião do Dia Internacional da Mulher, participou num colóquio promovido pelo Clube Taurino de Alter do Chão; em Maio fez parte de várias atividades, nomeadamente, na Romaria Nossa Senhora da Conceição na sua terra, no programa “Portugal em Festa” da SIC, e no Oeste Lusitano em Caldas da Rainha. Em Junho participou nas Marchas Populares da sua terra; e em Julho foi convidada para madrinha da Tertúlia “O Garraio” de Vila Franca de Xira.

No dia 13 de Junho, Ana Batista despediu-se de um grande amigo. Com 16 anos, a saborear um merecido descanso, o “Obélix” (pai), com ferro Irmãos Serrano – um dos cavalos mais importantes da sua carreira – faleceu devido a problemas respiratórios. Mas para Ana Batista fica a satisfação de lhe ter deixado dois filhos toureiros, o “Obélix II” (ferro João Batista) e o “Obélix III” (ferro Pedro Lapa).

A imprensa da especialidade também dirigiu a Ana Batista vários convites. Participou nos programas “Falar de Toiros” com emissão On-Line; “Sol e Sombra” da Rádio Iris e “Porta Grande” da Rádio Sorraia.

Num momento em que todos os esforços são importantes para a defesa da Tauromaquia, Ana Batista também fez parte do elenco que integrou o programa “Prós e Contras” da RTP 1, dando o seu testemunho em prol da Festa de Toiros.
Para Ana Batista fica o sabor de uma temporada com novas experiências e novos reptos…


Share on Google Plus

Carregar a sorte

Site de Informação Taurina.