Novos motivos de interesse no Museu Tauromáquico do Campo Pequeno - Carregar a Sorte

Post Top Ad

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Novos motivos de interesse no Museu Tauromáquico do Campo Pequeno

O Museu Tauromáquico do Campo Pequeno expõe ao público, desde hoje, cinco peças que em muito irão valorizar o seu espólio, dentro de uma linha de renovação periódica da sua colecção.

A sala do Forcado foi enriquecida com a cabeça embalsamada do toiro “Corado” da ganadaria de David Ribeiro Telles, que António José Pinto pegou no Campo Pequeno, a 6 de Julho de 1989, na sua despedida como Forcado do Grupo dos Amadores de Alcochete.

Na mesma sala está também agora exposta uma imagem de Nossa Senhora da Conceição, que acompanhou as actuações do Grupo de Forcados Amadores de Lisboa, durante várias temporadas.

Por sua vez, na sala do Toiro, encontra-se agora exposta a cabeça do “Gitano”, toiro da ganadaria de Barcial, estoqueado a 21 de Setembro de 2000, em Salamanca, pelo Matador Rui Bento Vazquez que nessa data se despediu do toureio activo.
A colecção de “trajes de luces” foi também enriquecida com a doação pelo Maestro Mário Coelho, do “traje” da sua apresentação como Matador de Toiros no Campo Pequeno, em 1967.

No que respeita a casacas de Cavaleiro, o museu exibe também uma nova peça: a casaca que José Samuel Lupi vestiu na sua última corrida no Campo Pequeno, que ele próprio doou.


Localizado no torreão principal da Praça de Toiros, o Museu Tauromáquico do Campo Pequeno foi inaugurado a 2 de Junho de 2015 e até ao momento registou quase 30 mil visitantes oriundos de 110 países, podendo ser visitado diariamente das 10h00 às 17h30.