Novo triunfo de Guilhermo Hermoso de Mendoza antes da confirmação da Alternativa no Campo Pequeno.


rejoneador espanhol Guillermo Hermoso de Mendoza prossegue na sua senda de triunfos antes do compromisso da próxima quinta-feira, no Campo Pequeno, em que virá à “Catedral Mundial do Toureio a Cavalo” confirmar a sua recente alternativa, das mãos do consagrado cavaleiro António Ribeiro Telles.
Este domingo toureou em Palencia (Espanha) e foi o máximo triunfador da corrida ao cortar quatro orelhas, saindo em ombros no final. Alternou com seu pai, Pablo Hermoso (orelha-ovação) e a rejoneadora francesa Lea Vicens(palmas-ovação).

Guillermo considera a corrida de 5 de Setembro, no Campo Pequeno “como uma das mais importantes deste ano”, sendo para si motivo de orgulho, já que o seu pai sempre lhe fez ver a importância de tourear a cavalo em Portugal e, sobretudo no Campo Pequeno, o que para si constitui “motivo de orgulho”.

Apresentar-se ante um público que tem no seu pai um verdadeiro ídolo desperta em Guillermo “um formigueiro muito especial. Espero que o público me trate com o carinho com que sempre tratou o meu pai. Da minha parte espero corresponder às expectativas do público e, sobretudo, estar à altura do cenário – o mais importante no que ao toureio a cavalo respeita - e das circunstâncias”.
Falando do que, nesta fase da sua ainda curta carreira distingue o seu toureio do de seu pai, refere”: Por um lado, a sua experiência; por outro, a reafirmação de que ele é único! Eu tento estar à altura de cada desafio, mas creio que isso é impossível para mim e para qualquer um. Na verdade, eu sou mais jovem e essa circunstância permite-me uma certa ousadia e alegria, mas careço ainda da sua experiência e de toda a tranquilidade que a experiência nos dá. Tento fazer as coisas como ele e concentrar-me muito na sua forma de tourear”.

Considera a sua temporada de 2019 como “muito positiva. Independentemente de prémios e de troféus entendo que, a cada dia que passa me estou a adaptar melhor aos cavalos, mas também sei que tenho um caminho longo a percorrer, embora sinta que, dia após dia, vou evoluindo e me sinta cada vez mais seguro na arena”.
Em jeito de conclusão, Guillermo Hermoso de Mendoza refere que

Debutar em Lisboa, só por si, já é um sonho! Estar acompanhado do meu pai e de António Ribeiro Telles, um dos maestros do toureio a cavalo, constitui uma honra”.

Perante seis imponentes toiros da ganadaria Passanha, completarão o cartel os grupos de forcados amadores de Alcochete e do Aposento da Moita, respectivamente capitaneados por Nuno Santana e Leonardo Mathias.

carregar a sorte