PROTOIRO exige demissão da Provedora do Telespectador da RTP e pede audiência com carácter de urgência ao Ministro Pedro Duarte.

A Federação Portuguesa de Tauromaquia acusa a Provedora e a RTP de censura cultural ao tentarem impedir a transmissão de um espectáculo cultural parte do patrimônio cultural nacional e com grandes audiências. 


Lisboa, 20 de Maio de 2024.

A Federação Portuguesa de Tauromaquia, no seguimento das declarações da Sra. Provedora do Telespectador da RTP - proferidas ontem na Assembleia da República, em resposta aos deputados da comissão parlamentar de Cultura, Comunicação, Juventude e Desporto - vem por este meio apelar à demissão com efeitos imediatos da Dra. Ana Sousa Dias.

Tal posição prende-se com a clara e abusiva falta de independência e imparcialidade da Sra. Provedora face ao tema da emissão televisionada de espectáculos culturais tauromáquicos pelos canais públicos de televisão. Posição assumida e ostensivamente discriminatória face a uma atividade cultural, consagrada na lei portuguesa. 

Nas palavras de Helder Milheiro, Secretário-Geral da Federação Portuguesa de Tauromaquia: “A senhora provedora preferiu tornar-se provedora de uma minoria de pessoas que não querem ver touradas na RTP, perante isto tem que sair. Parece que a RTP quer celebrar os 50 anos do 25 de Abril com um exercício de censura, digno do antigo regime, atentando contra o direito à cultura constitucionalmente protegido, no canal pago por todos nós.” 

Convém ainda lembrar que este é um tema que já levantou polémica em 2021. Nessa mesma altura, várias personalidades insurgiram-se contra esta perseguição através da assinatura de um manifesto público, entre elas constavam os ex-ministros da cultura João Soares, Gabriela Canvilhas e Luís Castro Mendes e os ex-secretários de Estado da cultura Elísio Summaville e Francisco José Viegas. Subscreveram também esta carta 124 personalidades, desde o fundador do PS Manuel Alegre, o presidente do PS Carlos César, António Lobo Xavier até ao jornalista Daniel Oliveira, passando pelos músicos Toy e José Cid, até à escritora Alice Vieira e ao artista plástico Pedro Cabrita Reis, entre outros. 

Tendo em conta o programa e as posições públicas, relativamente à tauromaquia, dos partidos que constituem este governo (PSD e CDS), a PROTOIRO pediu hoje mesmo e com carácter de urgência uma audiência ao Sr. Ministro dos Assuntos Parlamentares Dr. Pedro Duarte, que tem a tutela da comunicação social.

Tal audiência prende-se com a premência a que se obriga este governo no sentido de esclarecer publicamente os portugueses sobre a sua posição quanto à censura da transmissão televisiva de espectáculos culturais tauromáquicos na RTP e respectiva continuidade de funções da Sra. Provedora. De igual modo, foram também pedidas audiências aos Grupos Parlamentares do Partido Social Democrata (PSD), do Centro Democrático Social (CDS-PP), do Partido Socialista (PS), do Chega, da Iniciativa Liberal (IL) e do Partido Comunista Português (PCP).

PROTOIRO
Federação Portuguesa de Tauromaquia