Francisco Núncio: “Vir ao Campo Pequeno é uma grande responsabilidade” - Carregar a sorte

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Francisco Núncio: “Vir ao Campo Pequeno é uma grande responsabilidade”

Francsico Núncio carrega consigo o apelido mais importante da história do toureio a cavalo. Bisneto de Mestre João Branco Núncio, o “Califa de Alcácer”, Francsico, cavaleiro praticante, estreia-se esta quinta-feira, no Campo Pequeno.
“Vir tourear ao Campo Pequeno, a praça mais importante do mundo no que ao toureio a cavalo diz respeito, tem para mim um enorme significado, pois representa o reconhecimento do meu trabalho e do meu empenho em prolongar nas arenas um apelido centenário”.
Define-se como um cavaleiro de “corte clássico”, bem na linha tradicional da família, na senda de Mestre João, de José Barahona Núncio seu tio-avô e de seu pai, também de nome Francsico. Juntamente com seu irmão António, igualmente cavaleiro praticante, propõe-se prolongar o apelido Núncio nas arenas.
“A temporada tem-me corrido bem e eu venho ao Campo Pequeno para triunfar”, avisa!
Considera que, nesta fase da sua carreira está bem montado e destaca como características que mais valoriza no cavalo de toureio “ser calmo, ter personalidade e entender aquilo que está a fazer em praça. O cavalo tem de sentir prazer naquilo que faz em frente ao toiro, tem que estar à vontade”, conclui.
“É uma grande honra e um grande orgulho apresentar-me nesta praça, na qual o meu bisavô tomou alternativa e que está ligada à família, há mais de um século, pois aqui foram também corridos toiros do meu trisavô Joaquim Mendes Núncio.

Comments
Notification
This is just an example, you can fill it later with your own note.
Done